Sentindo-se vazio por dentro: razões pelas quais + o que fazer a respeito

A sensação de vazio é gritante em contraste com as emoções que uma pessoa deve sentir. Parece um buraco negro em seu peito, desprovido da substância que deveria estar ali.

Ele embota emoções, interesses, desejos, esperanças, sonhos e pode até ir além do que esperamos das emoções negativas. O vazio pode comer tristeza tão facilmente quanto felicidade e esperança, deixando você se sentindo estéril e vazio.



Chamar de vazio um sentimento negativo pode não parecer correto, pois é uma sensação forte e palpável de nada. Certamente não parece positivo, mas também pode não ser negativo. Está apenas ausente.



Você pode sentir que nada importa, tudo é chato, ou que você não pode sentir nenhum tipo de emoção forte.

Apesar dessa ausência, o sentimento de nada é na verdade uma emoção que comunica algo a você sobre você, sua saúde ou a maneira como você está vivendo sua vida.



Os humanos são criaturas que prosperam na vibração das emoções e na energia que elas trazem. A ausência dessa energia pode ser tão esmagadora quando você vive com ela com frequência ou nunca a experimentou. Se você nunca experimentou o vazio antes, pode ser incrivelmente alarmante não sentir nada quando deveria sentir tudo, ou pelo menos alguma coisa.

As pessoas optam por lidar com esse vazio de maneiras diferentes, muitas delas não saudáveis. Podemos tentar preencher esse buraco com sexo, dinheiro, consumismo, videogames, distrações, drogas, álcool e, em casos mais extremos - automutilação e até suicídio. Afinal, a dor física é pelo menos um lembrete de que ainda estamos vivos, ainda podemos sentir ... alguma coisa.

Nada mesmo.



Mas não precisa ser assim. O vazio é um sintoma que aponta para um problema maior que a pessoa pode não perceber que está experimentando.

Esse problema nem sempre é uma doença mental. Existem várias circunstâncias e problemas que podem causar essa sensação de vazio.

A causa do vazio ditará que tipo de ações podem ajudar a aliviar esse sentimento. Neste artigo, discutiremos algumas das causas comuns e algumas soluções sugeridas para lidar com esse sentimento de vazio.

O vazio pode ser uma coisa difícil de resolver sozinho. É um problema que pode ser melhor resolvido com um conselheiro de saúde mental treinado, especialmente se você tiver uma doença mental que pode causar esses tipos de sentimentos. Não hesite em procurar ajuda profissional, principalmente se estiver passando por períodos prolongados de vazio.

O que causa a sensação de vazio?

1. Ausência de propósito.

Muitas pessoas lutam para encontrar um senso de propósito neste vasto universo de possibilidades ilimitadas.

O que eu faço da minha vida? Isso significa alguma coisa? O que devo fazer comigo mesmo?

O pavor existencial que vem com a falta de propósito pode alimentar o vazio, pois parece que estamos perdendo algo que deveríamos ter. Algumas pessoas tentam preencher o vazio com suas ações, como fazer trabalho voluntário ou conseguir um emprego em uma área que pode ajudar as pessoas.

Buscar um propósito é um assunto interessante porque você pode não estar pronto para encontrar um propósito específico. E não queremos dizer isso em um sentido abstrato de destino. Em vez disso, pode haver experiências de vida que você precisa ter e trabalho que precisa fazer antes que um propósito satisfatório possa clicar em você.

Talvez ser pai ofereça a você o tipo de satisfação que preencherá esse vazio, mas você não necessariamente saberá disso até ter um filho. Ou talvez seja algo mais focado na carreira. Talvez seu coração e sua mente estejam em sintonia com o fato de estar no mar, algo que você pode não saber até colocar os pés em um barco.

Você pode até sentir uma atração por algo que pode lhe oferecer realização, como um interesse persistente ou algo que realmente fala com você. Isso pode ajudá-lo a encontrar uma direção.

2. Luto, a morte de um ente querido.

O luto é uma reação emocional natural à morte de um ente querido. Às vezes, podemos ver o fim chegando e ter algum tempo para nos preparar mental e emocionalmente para isso. Outras vezes, podemos perder um ente querido inesperadamente. Sempre há uma torrente de emoções com que lidar quando ocorre uma morte, mesmo que não seja imediata.

muitas coisas ruins acontecendo ao mesmo tempo

Muitas pessoas se voltam para modelos de luto para tentar melhor processar e entender seu luto sem realmente entender os modelos. Os “Cinco Estágios do Luto” são um desses modelos. O que as pessoas tendem a errar sobre esses modelos é que eles não são regras rígidas e rápidas. É impossível enfiar todo o escopo das emoções em uma caixa tão estreita, um fato sobre o qual os criadores de tais modelos falam regularmente.

Eles podem servir como uma orientação geral. Existem estágios que você pode ou não experimentar. Algumas pessoas passam por vários estágios ao mesmo tempo. Outros passam por diferentes estágios enquanto estão de luto por seu ente querido.

Muitas das modelos falam sobre “dormência” ou “negação” como estando envolvidas no processo de luto e isso pode explicar o vazio que você sente. Pode ser uma experiência difícil porque, racionalmente, você sabe que provavelmente deveria estar sentindo tristeza junto com muitas outras emoções, mas não sente e isso é difícil de reconciliar.

O luto e o luto são mais complicados do que parecem. Por isso, é uma boa ideia procurar um conselheiro de luto. Um especialista em luto pode ajudá-lo a superar esses sentimentos de vazio e luto persistentes.

3. Abuso de drogas e álcool.

Muitas pessoas recorrem às drogas e ao álcool para enfrentar os traumas de suas vidas. Não há nada inerentemente errado em beber periodicamente ou usar substâncias legais. Os problemas realmente começam a surgir quando essas substâncias são usadas em excesso ou como uma forma de ajudar a moderar as emoções.

Preencher o vazio do vazio com uma substância pode levar ao vício, piorar o relacionamento com outras pessoas, perder empregos e mudar as circunstâncias da vida.

O abuso de substâncias também pode levar a diferentes problemas de saúde física ou mental, além do transtorno de abuso de substâncias, como desencadear uma doença mental latente ou doença hepática. Também pode piorar problemas de saúde preexistentes.

O álcool é conhecido por afetar as pessoas com transtornos de humor, como depressão e transtorno bipolar, de forma muito mais grave do que pessoas sem. Simplesmente funciona de maneira diferente em suas mentes e pode alimentar a instabilidade emocional e piorar a depressão.

Uma das razões pelas quais as pessoas usam substâncias é para ajudá-las a sobreviver a algo pelo qual estão passando. Eles acreditam que isso os ajuda porque os acalma no momento. O problema é que o uso prolongado de substâncias pode ter efeitos de longo prazo que podem piorar os problemas de saúde mental ou fazer com que novos surjam no futuro.

4. Estresses de longo prazo.

Os humanos não foram feitos para lidar bem com estresses de longo prazo. O estresse faz com que diferentes hormônios sejam produzidos para ajudar a pessoa a superar essa situação estressante imediata, mas esses hormônios podem causar problemas mais significativos quanto mais tempo estiverem presentes.

Estresses de longo prazo podem causar depressão, ansiedade e, em alguns casos, PTSD. Sobreviventes de violência doméstica, abuso infantil e pobreza podem desenvolver PTSD Complexo, que resulta do fato de nunca terem realmente conseguido uma pausa nas circunstâncias às quais sobreviveram.

Evitar o estresse de longo prazo ou mudar as situações de vida pode ajudar. Mas se surgirem problemas de saúde mental, será necessário um profissional de saúde mental treinado para curar e se recuperar.

5. Família, amigos ou problemas de relacionamento.

As pessoas ao nosso redor afetam gravemente nosso estado mental e emocional. O vazio pode ser alimentado por relacionamentos tumultuosos, estranheza ou apenas pelo estresse que às vezes nos causam nossos entes queridos. É muito mais difícil manter sua saúde mental quando alguém que você ama está sofrendo ou tomando decisões erradas.

Relacionamentos românticos podem trazer todos os tipos de tensões adicionais que podem alimentar esse vazio. Talvez o parceiro tenha problemas que não estão resolvendo. Você pode não se dar bem com a família, o que é uma fonte de estresse e dificuldade. Também pode ser que o relacionamento esteja enfraquecendo e a caminho do fim. Esse tipo de desgosto quando as coisas não funcionam sempre pode alimentar alguma negatividade.

Essas questões podem precisar ser resolvidas pessoalmente ou mesmo com a ajuda de um conselheiro de relacionamento. Claro, existem também alguns problemas que você simplesmente não pode resolver e pode ser necessário reavaliar se o relacionamento é saudável ou não para você permanecer.

6. Uso excessivo de mídia social.

Nos últimos anos, os efeitos adversos do uso excessivo das mídias sociais estão começando a vir à tona. Ser continuamente bombardeado com notícias negativas e os destaques da vida de outras pessoas está alimentando enormes inseguranças, distúrbios de personalidade, depressão, ansiedade e uma série de outros problemas.

Acontece que essa não é uma boa combinação quando sua vida pode ser menos do que a perfeição que muitas pessoas que usam as mídias sociais optam por retratar.

Isso sem contar as partes mais desonestas das redes sociais. As empresas de mídia social incorporam o sistema de recompensa de dopamina humana e o Fear Of Missing Out para mantê-lo em constante movimento para estimular o engajamento e coletar curtidas.

Como todas as coisas, a mídia social precisa ser usada com moderação se for usada. Demais não é mentalmente saudável e pode alimentar sentimentos negativos como o vazio.

7. Excesso de mídia e videogames.

Muito parecido com a mídia social, o uso excessivo da mídia pode fazer coisas semelhantes.

Quantas piadas ou referências você já ouviu falar de pessoas assistindo a temporadas inteiras de programas em serviços de streaming? Esse tipo de comportamento não é saudável porque nos permite desviar para o que estamos assistindo, em vez de lidar com a vida que está acontecendo ao nosso redor.

Esse tipo de comportamento facilita emoções negativas como o vazio, mas causa complicações adicionais na vida porque podemos não estar prestando atenção às nossas responsabilidades.

Os videogames agem da mesma maneira. É tão fácil ser sugado por um videogame projetado para perder tempo e mantê-lo envolvido e jogando regularmente. MMORPGs (Massive Multiplayer Online RolePlaying Games) e MOBAs (Multiplayer Online Battle Arenas) são gêneros de jogos projetados para serem esteiras que nunca terminam.

Claro, eles são uma maneira divertida de passar o tempo. Mas usar videogames como uma fuga da vida real pode causar vício em videogames de maneira semelhante ao vício em jogos de azar. Você fica preso a loops de recompensa tangíveis e continua voltando para mais.

Não há nada de errado com essas coisas com moderação, mas é preciso exercer moderação para evitar piorar sua saúde mental.

8. Mudanças e transições significativas na vida.

As mudanças e transições da vida trazem consigo estresses que podem ser difíceis de lidar. Às vezes, isso é planejado e às vezes é imposto sobre nós por uma perda de emprego, término de relacionamento, mudança de moradia ou alguma outra ocorrência séria.

É normal ficar estressado e desconfortável ao passar por uma transição como esta, principalmente se você não tiver certeza de para onde o seu futuro nos levará.

A natureza avassaladora dessas mudanças pode fazer com que seu cérebro queira desligar e evitar o estresse. Esses sentimentos podem incluir vazio.

Você pode descobrir que o vazio passa depois que a situação é resolvida e você está mudando para outra coisa.

Sim, você pode ter perdido o emprego, mas fez algumas inscrições e tem uma entrevista marcada. Relacionamentos terminam, e isso é lamentável, mas sempre há a chance de encontrar uma nova oportunidade e um amor melhor que se encaixa na pessoa que você está crescendo.

Essas transições passarão e você encontrará seu caminho. Às vezes, só precisamos ter um pouco de paciência enquanto nossa vida está queimando ao nosso redor.

9. Metas não realizadas e arrependimentos.

Poucos pesos são mais pesados ​​do que o arrependimento. Todo mundo tem algo que gostaria de ter feito de forma diferente ou feito de todo. Às vezes, as pessoas têm muito mais do que um ou dois desses arrependimentos fervilhando silenciosamente em suas mentes.

Permanecer naquele passado e os pensamentos do que poderia ter acontecido podem facilmente causar emoções negativas como tristeza, arrependimento, luto e vazio.

O tempo não cura necessariamente todas as feridas. Às vezes, apenas os agrava e os torna piores se não encontrarmos uma maneira de lidar ativamente com eles e nos curar deles.

Isso pode exigir a ajuda de um conselheiro para encontrar aceitação para o que foi e não aconteceu, para que você possa esperar coisas melhores para o seu presente e futuro.

10. Negligenciar a saúde espiritual.

Saúde espiritual não significa religião ou um tipo religioso de espiritualidade. Em vez disso, é uma frase que a comunidade médica usa para descrever os aspectos intangíveis do eu emocional.

A saúde espiritual abrange coisas que nos fazem sentir inteiros, felizes, bem ou completos.

Algumas pessoas usam a religião para encontrar esse tipo de sentimento, mas ela também pode ser encontrada no trabalho voluntário, na criação de arte, em fazer o bem para outras pessoas, cultivar relacionamentos amorosos, estar na natureza e tantas outras coisas.

Vivemos vidas ocupadas onde sempre há algo a ser feito. Raramente parece haver horas suficientes no dia para realizar tudo. Isso deixa pouco tempo para recreação e realização de nosso lado espiritual, a menos que de propósito criemos tempo para brincar.

Tentar estar na rotina interminável sem pausas, férias ou diversão é uma maneira infalível de esgotamento , alimentam a depressão e criam o vazio.

11. Questões médicas ou de saúde mental.

Muitos problemas médicos e de saúde mental podem causar sensação de vazio - transtornos de humor, transtorno de personalidade limítrofe, transtornos alimentares, dismorfia corporal, esquizofrenia - e doenças físicas que afetam nossas mentes e corpos.

Se parece que geralmente não há nada errado em sua vida e você está se sentindo vazio, seria uma boa ideia consultar um médico sobre o problema. O vazio pode ser um sintoma de uma doença física em vez de uma doença mental.

Como faço para lidar com crises temporárias de vazio?

Como discutimos neste artigo, muitos dos problemas que causam o vazio provavelmente serão projetos mais longos que precisam de algum tipo de ajuda profissional. Essa é uma informação útil para fazer mudanças de longo prazo na vida. No entanto, isso não é necessariamente tão útil quando você está atolado nesses sentimentos no momento.

Vejamos algumas maneiras de superar esses momentos difíceis até que você possa obter a ajuda profissional de que pode precisar.

Entre em contato com sua rede de suporte.

Você pode ser capaz de encontrar apoio com seus amigos e entes queridos enquanto estiver passando por essa situação.

No entanto, nem todo mundo tem a sorte de ter pessoas assim em sua vida. Você também pode encontrar suporte através de fontes online, como grupos de mídia social ou até mesmo um conselheiro online para fornecer algum suporte temporário.

É tentador querer dobrar-se sobre si mesmo quando se sente vazio, mas tente não o fazer. Obrigue-se a estender a mão o máximo que puder às pessoas em quem você sabe que pode confiar.

No entanto, é uma boa ideia fazer esse tipo de acordo com antecedência com um amigo ou apoiador específico. Pergunte se eles estão dispostos a lhe dar algum apoio em seus momentos difíceis, para que saibam quando as coisas estão sérias. É uma opção melhor do que enviar mensagens e não ouvir ninguém.

Registre seu dia e suas emoções.

O registro no diário é uma ferramenta poderosa quando usado corretamente. Pode ajudar escrever sobre os eventos do dia, o que aconteceu para evocar o vazio e explorar os sentimentos do evento.

O vazio também pode ser um sinal de tentativa de suprimir as emoções, o que às vezes é necessário para passar o dia. Afinal, você não pode passar o dia chorando no trabalho, na verdade.

O que você pode fazer é voltar e revisitar essas emoções mais tarde, quando tiver tempo para si mesmo e um pouco de privacidade.

Existem muitas mensagens desagradáveis ​​para “engolir” e superar, o que às vezes é necessário. O que esse tipo de mentalidade deixa de mencionar é que você pode voltar e explorar esses sentimentos mais tarde.

A maioria das pessoas que fecham suas emoções para lidar com isso não volta e explora mais tarde. Isso dá tempo a essas emoções para se transformarem em questões mais significativas que criam e mantêm o vazio.

Considere seus objetivos e em que você está trabalhando.

Você fez gols? Caso contrário, você deve definir algumas metas de curto e longo prazo. Saber que você tem coisas pelas quais está trabalhando pode ajudar a iniciar os processos emocionais que cercam essas metas.

Ser capaz de seguir em frente com uma explosão de esperança ou reconhecimento de realizações passadas pode ser o suficiente para acender uma luz através do vazio por um tempo.

Mantenha registros ou um diário sobre suas metas, como deseja alcançá-las e o que espera obter delas. Será útil olhar para trás para ver o quão longe você chegou quando está passando por um momento difícil.

Faça as coisas que você amava.

A depressão, o vazio e os sentimentos negativos que cercam essas coisas podem estrangular nosso prazer nas atividades que mais amamos.

Mesmo se você não puder apreciá-los no momento, pode ser útil se envolver com eles de qualquer maneira. É uma oportunidade de se reconectar com a felicidade e alegria que você não terá se você se perder em atividades estúpidas ou insatisfatórias.

Faça essas coisas com moderação e consideração. Tente pensar no que o deixa feliz com a atividade.

Tente evitar atividades nas quais você pode se perder facilmente, como assistir a seu programa favorito em excesso. Isso pode rapidamente se transformar em uma atividade irracional que alimenta o vazio em vez de combatê-lo.

Procure ajuda profissional.

Procure ajuda profissional se estiver tendo sentimentos persistentes de vazio. Eles não são normais e não são uma maneira saudável de vivenciar sua vida.

Quanto mais tempo dura, mais difícil é lidar e curar. Se você está lutando ou não consegue encontrar uma solução sozinho, não há vergonha em pedir ajuda a um profissional.

Ainda não sabe por que se sente tão vazio por dentro ou o que fazer a respeito? Fale com um terapeuta hoje que pode orientá-lo durante o processo. Basta clicar aqui para se conectar com um.

Você pode gostar: